Achei que estivesse morrendo, mas a mariposa só se debatia, arrependida pelas decisões erradas tomadas na véspera. Repousada, voo recolhido, descansou sob o sol, como que para pensar.
Bateu as asas violentamente e foi embora. Já distante do chão, foi de encontro ao céu. De tudo fez, na esperança de voar para bem longe da alma, do corpo e da mente.

Anúncios