É vontade de dormir no sofá e sonhar com você. É nostalgia de ter tanta coisa para fazer e só conseguir concentrar em tua barba. (suspiro!)

Não é amor, porém, é só saudade. É só desculpa para resgatar a inspiração, é só motivo inventado para escrever, é só o escritor que habita em mim à procura de mais um drama. Mesma trama. É insistência, ilusão, teimosia. É minha escolha. É rebeldia. Coisa de criança e desejo de mulher. É quero porque quero. E só. É falso. E eu sei.

Anúncios