Não há noite longa que não encontre o dia

Dormiu o melhor dos sonhos. Caiu nos braços de Morfeu e este, desta vez, não era gostoso, não tinha os braços fortes ou o dorso torneado. Era mais como colo de vó ou edredom quentinho e macio numa noite de rigoroso inverno. Ao deitar-se já não tinha mais nada em seus pensamentos. Conversara consigo mesma … Continue lendo Não há noite longa que não encontre o dia

Terapia de bar

- Não podíamos estar mais felizes por sentir tamanha dor! - O quê? – espantou-se ao assoar o nariz molhado por incessantes lágrimas, o mais gay dos amigos gays devia estar louco – você só pode estar brincando, Salomão! - Já parou para pensar o quão sortudos somos por ter uma história tão bela a ponto … Continue lendo Terapia de bar