A culpa poderia ser sua se estivesse presente naquela hora e naquele lugar.
A culpa seria do padeiro, do mesário, motorista ou carteiro.
Se lá estivesse o maestro, o músico, o professor ou o leiteiro. Ah, seria certeiro.
O banhista, o maratonista, o bancário ou o banqueiro. Tão faceiro.
Sim, teria desculpa, mas mais venceria a culpa neste mundo traiçoeiro.

Anúncios