nothing. at all.

Parecia milagre. Agora vai. Tanta emoção. Tanta sintonia. Tanta verdade. Tanta vontade. Achei que a gente tinha encontrado aquele sentimento que destrói qualquer muro, pula qualquer cerca, ilumina qualquer escuridão.
E lutei com todas as minhas forças por uma batalha na qual nunca por inteiro acreditei.
Com o coração na mão.
Tentei de novo. Me joguei de novo. Em uma piscina rasa demais. De novo.
Sobrevivi. Morrendo por dentro.
Amando por dentro.
Sofrendo demais.
Mas valeu demais.
Cada segundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s