Carta de interesse

As palavras sempre foram minha ferramenta de trabalho. Servem para noticiar, explicar, alertar. São prestadoras de serviço. Mas são usadas às pressas, com prazos curtos e sempre sob pressão para serem cortadas, diminuídas, fazer caber.E cumprem sua função com excelência. Ainda quando exaustas, não reclamam.Merecem mais, porém. Merecem tempo. Merecem estudo. Merecem a atenção devida … Continue lendo Carta de interesse

sétima arte

Andei, observei, me irritei com as pessoas que riam, sem entender nada daquilo tudo. Prestei atenção mesmo assim. Senti cada palavra. Senti a dor. A angústia. O sofrimento que é só meu e tão comum a todos os seres humanos. Derramei uma lágrima ou outra, controlada. Andei mais um pouco, observei mais um pouco, me … Continue lendo sétima arte

Raiva

Realmente me deu vontade de chorar. Não fosse meu orgulho, todo o lamento preso com aperto no meio do peito rolaria, salgado, bochechas abaixo. Acho que seria daquele tipo de choro de criança cansada, que faz bico e barulho e perde até o fôlego, tamanha insatisfação. Queria ser criança, talvez. Deixar o mar desaguar sem … Continue lendo Raiva