Busca

Escrevo, depois apago

Não fui eu, foi meu eu-lírico

Tag

bar

Shame on us

Frases idiotas proferidas na mesa do bar. Mesmos conselhos e mesmas broncas. Nenhuma nova reação. Mania antiga de vomitarmos aos berros os erros cometidos. A culpa do monólogo cansativo é sempre atribuída à bebida - seja ela uísque, vinho, cerveja ou suco... Continue lendo →

Anúncios

Terapia de bar

- Não podíamos estar mais felizes por sentir tamanha dor! - O quê? – espantou-se ao assoar o nariz molhado por incessantes lágrimas, o mais gay dos amigos gays devia estar louco – você só pode estar brincando, Salomão! - Já... Continue lendo →

Constante frustração nossa

E quem diria que, na mais inesperada esquina da vida, encontraria um amigo de frustrações. As questões, tão diferentes, se fazem iguais - por pertencerem ao coração. O que queremos, não podemos ter. Coisas da vida, merdas do cotidiano. E nas... Continue lendo →

Reencontro

A metros do trabalho, estacionei o carro na praça que tenho chamado de minha. A necessidade de acender um cigarro era maior do que a vontade de chegar em casa. Não por nada, estava tudo bem. Sem grandes conquistas ou... Continue lendo →

Na lama, no bar

O fundo do meu poço tinha cara de bar, cheiro de cigarro e gosto de uísque. O fundo do meu poço tinha som de banda de jazz e risos de amigos bêbados. Era povoado por criaturas interessantes que, às duas... Continue lendo →

Enquanto com for melhor que sem

Não aguento mais discutir o mesmo assunto over and over. As conversas viram monotemáticas demais até para mim, que não dispenso um debate sobre dor de amor. Os conselhos, que nem peço, já até decorei. “Larga esse filho da puta”,... Continue lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑