Busca

Escrevo, depois apago

Não fui eu, foi meu eu-lírico

Tag

erro

Queria ser Frida Kahlo ou Margaret Thatcher

Queria ser uma daquelas mulheres fortes, daquelas que são tema de livros, biografias, músicas, filmes, seriados, tudo para mostrar às outras mulheres – que não são tão fortes – como as coisas têm que ser. Mas não. Às vezes me faço forte... Continue lendo →

Anúncios

Limites

E – com pouca idade, muito pudor e nada de experiência – a gente acha que jamais toleraria isso ou aquilo. Mas o tempo vai passando e traímos nossos valores. E lá estamos nós, fazendo o que julgávamos errado. Erramos... Continue lendo →

Pé no freio

A verdade é que fiquei assustada pelo rumo que as coisas estavam tomando. Diferentemente das outras tantas vezes - de sofrimento - em que pensei em me afastar de você, o afeto fazia-se cada vez mais presente e mais intenso. A... Continue lendo →

Faria tudo de novo

Esqueço as lágrimas que, invisíveis, jorravam de dentro do peito. Apago a insegurança e a consciência do erro cometido por diversas vezes, sem o menor pudor. Perdoo a falta de atenção e carinho nos momentos que mais precisava. Relevo o... Continue lendo →

Sim

Andei procurando, com muito afinco, depositar em terceiros a razão de minhas constantes lágrimas. Sem sucesso. Resolvo escolher outra cor de esmalte e corto o cabelo. Típica decisão de mulher insatisfeita. Entendo, então, que é hora de mudar também as... Continue lendo →

Da metáfora à borboleta

Achei que estivesse morrendo, mas a mariposa só se debatia, arrependida pelas decisões erradas tomadas na véspera. Repousada, voo recolhido, descansou sob o sol, como que para pensar. Bateu as asas violentamente e foi embora. Já distante do chão, foi de... Continue lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑