Busca

Escrevo, depois apago

Não fui eu, foi meu eu-lírico

Tag

lembranças

Referências

Xeretando velhos e-mails - veja bem, o tipo de coisa que não se pode fazer depois da meia-noite, muito menos em dias propícios a procurar no youtube a cara feia do Abujamra (se é que é assim que se escreve)... Continue lendo →

Anúncios

Fundidos

*texto baseado em lembranças sonadas de uma vida inventada e no romance Febre, de Renato Essenfelder - cuidado, leitores: pode conter spoilers ........ Talvez ele tenha se matado, pensei. Talvez fosse eu, naqueles tempos, tivesse me matado também. Senti vergonha,... Continue lendo →

Get back to where you once belonged

Nota: texto originalmente escrito para o blog 'Insana Mente Sã' Tô passando a vez. E não volto mais atrás. O papinho mentiroso de solitário e dependente já não cola mais. Pouco a pouco vou desconstruindo sua imagem, desacreditando de toda... Continue lendo →

Sem prosa, nem verso

Achei pedaços seus na minha bagunça. Uma agenda esquecida, um caderno em branco, um livro por ler, folhas rabiscadas de edição. A lembrança de um sorriso, um afago, um pegar de mãos. Foi arrumando o antigo quarto que badernei meu... Continue lendo →

Reflexo torto

O rosto, por mais que cinco anos mais novo - e calcula uns dez quilos mais fino -, ainda reconhece. Os traços são praticamente os mesmos, moldados por um corte de cabelo pouca coisa mais recatado. São os olhos, dotados... Continue lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑