A vida é de morte

Por Ana Carolina Pereira Estava bem. Não tinha nada, nenhum sintoma. Nada. Sofreu um derrame, fez uns exames e então, duas semanas depois, após duas cirurgias para retirar o tumor, se saísse da UTI teria uma vida vegetativa. Deixou uma filha sozinha, desesperada, sem chão, sem mãe. Numa cidade nova, com amigos novos e nada … Mais A vida é de morte