Laços

– O que a senhora está fazendo aqui a essa hora, tão cedo? – Vou pra casa da patroa, né? – Mas a senhora tá aposentada já, não fica em casa por quê? Já com idade, quase sem força. Olha aí, carregando peso, pegando ônibus, mais de um! Pra quê? – Ah, a patroa tá … Mais Laços

Cotidiano

Não sou eu! Não sou eu! Suspirou visivelmente aliviado com os braços levantados segurando na barra de ferro para não desequilibrar. Com o objetivo de ajudar, o mais alto abriu a tampa do teto, mas o mau cheiro se espalhava com o vento que entrava pelas pequenas janelas e como quando alguém boceja, o ato … Mais Cotidiano

Ponto de observação

  Passa ônibus, passa ônibus, passa ônibus. Nunca é o meu, lógico! E no meio de um raciocínio: “Pipoca, amendoim, docinho de caju. Um real moça, vai aí?” “Obrigada” respondo sorrindo, reflexo do riso interno, afinal, era exatamente nisso que pensava. Não na pipoca ou no amendoim. Muito menos no docinho de caju. Mas nas … Mais Ponto de observação

A cidade em você

Por Ana Carolina Pereira Outro dia, sentada num banco do ônibus, imaginei quantas pessoas já teriam se sentado alí. A princípio, esse tipo de indagação não faz sentido. É apenas mais um daquele monte de pensamentos completamente nulos que temos ao longo do dia. Mas realmente me empolguei considerando o fato de que eu, de repente, poderia muito … Mais A cidade em você