Raio-X

era uma menina. sentada na sarjeta. testa nos joelhos. mãos entrelaçadas. era uma menina. cabelos presos. fios naturalmente caindo sobre as costas. era uma menina. sapatos baixos e vermelhos. calças sem barra varrendo o medo do asfalto. era só uma menina. destruída pelo tempo. pelo vento. pela chuva. altura mediana. lábios finos e mandíbula grande. … Mais Raio-X

Omissão

Mantenho, sobre minha mesa de trabalho, post-its que não posso usar. Guardo comigo, lá no fundo, segredos que não devo contar. Retenho sentimentos que não consigo externar e contenho lágrimas que não ouso derramar. Amo sem poder a ninguém contar. Escrevo, mas insisto em não mostrar. Teimo. E os conselhos, sempre finjo escutar. Quem me … Mais Omissão

Crime passional

Tarde. Um domingo chuvoso. A casa vazia. Um vinho. Lógico, típico. Mas dos melhores. O clássico, do tipo que nunca decepciona, tinha gosto amargo. A uva, colhida com tanto carinho no penúltimo outono, descia rasgando a garganta, cruel. Não fosse oferecido por gente de confiança, temeria ser veneno. Bebida tão cara para perder o gosto. … Mais Crime passional

Quando o feitiço vira contra o feiticeiro

‘Agora você tá fudido’ – assim mesmo, com ‘u’ – foi o que te falei naquela ocasião. Era tanta emoção, depois de toda aquela tensão desesperadora, que o estado alterado de consciência simplesmente deixou sair as palavras.  Achava que te tinha nas mãos, achava que me tinha no controle. Sabia que gostava de mim e … Mais Quando o feitiço vira contra o feiticeiro