Vem, 2013!

Incrível, agora, é escrever sem sentir dor. Impressionantes são as visitas cada vez maiores em meu blog - que já não espreme todo o sangue de um coração partido e moído e pisado. Interessante é perceber que felicidade também vende, que superação também atrai e que amor não precisa ser sofrido. Sorrir ao ler textos … Continue lendo Vem, 2013!

Queria ser Frida Kahlo ou Margaret Thatcher

Queria ser uma daquelas mulheres fortes, daquelas que são tema de livros, biografias, músicas, filmes, seriados, tudo para mostrar às outras mulheres – que não são tão fortes – como as coisas têm que ser. Mas não. Às vezes me faço forte por um ou dois meses, sabe como é... E resolvo que vou mudar de ares, … Continue lendo Queria ser Frida Kahlo ou Margaret Thatcher

Pode vir, 2012

Quem acompanha o blog sabe as merdas e maravilhas que 2011 me proporcionou. Pensei em escrever uma retrospectiva que contasse que, neste ano, alcancei o céu e o inferno por diversas vezes. Mas pensei que não faria sentido retomar as perdas dolorosas ou os momentos fantásticos que tive com meus amigos. Acho desnecessário revelar aqui … Continue lendo Pode vir, 2012

Autoajuda

Se quiser me entender, não desconsidere textos passados, por mais que o novo os contradiga. Oscilo. É surpreendente a capacidade que tenho de ir de um extremo a outro em uma única virada de página. Minhas estratégias textuais já não existem - são baseadas em ironia, lugar-comum e drama, muito drama. A filosofia utilizada por mim será sempre a de boteco. Minhas entrelinhas … Continue lendo Autoajuda

Bem vindos

Por Ana Carolina Pereira Olá, leitor! Este blog é um ensaio. Gosto de escrever o que vem da alma, o que está na cabeça. Na maioria das vezes faz sentidos. Algumas vezes não. Textos de opinião, confusos, emotivos, objetivos, textos. Basicamente, eu em palavras. Escrevo, mas tenho a irritante mania de não mandar, não publicar, … Continue lendo Bem vindos